Garena Anuncia Free Fire Continental Series (FFCS), Série de Competições Internacionais Para 2020

Com a participação das melhores equipes de Free Fire do mundo, a Garena anuncia a Free Fire Continental Series (FFCS), principal torneio internacional do Free Fire para 2020. A competição vai acontecer totalmente online e terá premiação total de US$ 300 mil para cada região: Américas; Europa, Oriente Médio e África (EMEA); e Ásia.

Por medida de segurança, a FFCS vai substituir o  Free Fire World Series (FFWS), reforçando o compromisso da Garena em trazer mais conteúdo para a comunidade. Além da competição, os jogadores ainda terão eventos in-game com o tema FFCS que trarão recompensas exclusivas.

A FFCS será formada por três torneios regionais, realizados simultaneamente: o Free Fire Americas Series, com os melhores jogadores das regiões Brasil e LATAM; o Free Fire Asia Series, com presença dos melhores atletas de Taipé Chinês, Índia, Indonésia, Malásia, Filipinas, Camboja, Tailândia, Vietnã e outros mercados da região; e por fim o Free Fire EMEA Series, que reúne jogadores da Europa, Rússia, Oriente Médio e Norte da África (MENA).

Seguindo o formato de seis quedas em três mapas (Bermuda, Purgatório e Kalahari), cada torneio regional terá início em 21 de novembro e finais nos dias 28 e 29 do mesmo mês, variando o dia conforme a região. O sistema de pontuação seguirá por pontos corridos, obtidos por cada abate e a posição da tabela no final da queda.

Mais detalhes sobre a FFCS serão anunciados nos próximos meses.

Para mais informações, acompanhe as redes oficiais de eSports de Free Fire no TwitterFacebookInstagram.

Entusiasta do mundo dos games desde muito cedo, iniciou sua jornada muito jovem já salvando o mundo de um apocalipse zumbi, depois disso voltou no tempo para resgatar princesas e combater vilões amórficos. Sempre teve como sonho trabalhar com games, seja na criação, desenvolvimento, ou, neste caso, falando sobre eles. Hoje é fundador e administrador do Games Alheios.

Afonso Baldez

Entusiasta do mundo dos games desde muito cedo, iniciou sua jornada muito jovem já salvando o mundo de um apocalipse zumbi, depois disso voltou no tempo para resgatar princesas e combater vilões amórficos. Sempre teve como sonho trabalhar com games, seja na criação, desenvolvimento, ou, neste caso, falando sobre eles. Hoje é fundador e administrador do Games Alheios.