Novos Detalhes do Remake de Dead Space são Revelados

No início desta semana, Motive e EA revelaram o remake de Dead Space após vários rumores de que algum tipo de revival estava a caminho. Enquanto o teaser era apenas isso – um teaser – nós tivemos mais alguns detalhes sobre o que o remake nos reserva. Prepare-se para desmembrar alguns membros e vamos mergulhar no que sabemos até agora.

Em entrevista ao IGN, o produtor sênior Philippe Ducharme e o diretor criativo Roman Campos-Oriola revelaram um pouco mais sobre o que o remake reserva. Para aqueles preocupados que o remake possa refazer um pouco demais: não se preocupem. A dupla garante aos fãs da icônica franquia espacial que a equipe tem a visão original em mente ao abordar este projeto. Dito isso, não é apenas um pequeno trabalho de polimento; há muito trabalho sendo feito para reconstruir este jogo utilizando o motor Frostbite da EA.

“Começamos com o level design original do Dead Space original”, disse Campos-Oriola ao falar sobre fazer referência a ativos originais, incluindo aqueles que nunca foram lançados. “O que é engraçado é que você pode ver algumas das iterações que foram feitas antes do lançamento pela equipe. No primeiro capítulo, você pode ver alguns corredores que eles queriam fazer primeiro de uma certa maneira e, então, pode entender por que alterou-o por restrições técnicas ou [algum outro motivo].

Então, em termos de visual, som, jogabilidade, tudo, estamos reconstruindo todos esses ativos. Não os estamos transferindo; não está aumentando a textura ou adicionando mais polígonos ao modelo. É realmente reconstruir todos esses elementos, filmar todas as animações e etc.”

Avanços Tecnológicos

A dupla confirmou que o remake ainda está no início do desenvolvimento, o que está dando à equipe mais tempo para encontrar maneiras criativas de aproveitar a tecnologia do Xbox Series X e PlayStation 5 em um esforço para levar a imersão de Dead Space “ainda mais fundo” e mais experiência “totalmente interativa”. Um bom exemplo disso é que não haverá nenhuma tela de carregamento, dessa forma “não haverá nenhum momento em que iremos interromper sua experiência” ou cortar qualquer cena em que os jogadores se encontrem.

De acordo com Campos-Oriola, “O que realmente importava era poder capturar o visual único de Dead Space. Aquele look sci-fi único, mas enferrujado e sujo e você sente que tudo foi usado por muito tempo. Capturando aquele visual sujo e industrial, mas com o nível de detalhes que podemos pagar agora, foi algo importante durante a produção daquele benchmark atmosférico.”

Com uma reconstrução completa do jogo, a equipe está implementando mudanças inspiradas em arte conceitual não utilizada e designs de personagens, mudanças ambientais e adicionando efeitos volumétricos e iluminação mais dinâmica para dar vida a cada cena em detalhes assustadores. Desde os sons do jogo sendo muito mais envolventes do que o original usando áudio 3D, até a experiência inteira enraizada em cores escuras e corredores iluminados de forma ameaçadora, tudo sobre as mudanças ainda está muito “enraizado no DNA do que Dead Space é.”

Preenchendo Alguns Buracos no Enredo

Os dois desenvolvedores também afirmaram que, embora este seja um remake do primeiro jogo, o estúdio olhou para a franquia como um todo para ter uma visão melhor de como eles querem que o remake funcione em um esforço para “dar corpo” aos conceitos e um pouco mais detalhadamente na primeira aventura.

“Para nós, a base é a história do Dead Space 1. Portanto, por padrão, isso que é canônico. Mas há algumas melhorias que queremos fazer nessa história ”, disse Campos-Oriola. “E não necessariamente melhorias porque essas coisas não estavam realmente funcionando no original, mais melhorias por causa do que veio depois, e nós pensamos, ‘Ah cara, seria interessante se pudéssemos fazer referência a isso, ou se pudéssemos fazer um link com aquilo'”.

E Quanto às Microtransações?

A dupla confirmou que não haverá microtransações para este jogo e que “nunca” houve planos para adicioná-los a esta experiência de um único jogador. Essa preocupação não surge do nada. EA decidiu adicionar microtransações ao Dead Space 3 e essa inclusão não teve a recepção mais positiva. Com erros de microtransação que continuaram a seguir, mais notoriamente, Star Wars Battlefront II, Motive e EA concordaram que esse tipo de modelo de pagamento adicional não tem lugar no remake de Dead Space.

“Queremos fazer jogos que proporcionem as experiências que nossos jogadores procuram. Às vezes, essa é uma experiência com foco na história para um jogador, onde os jogadores podem mergulhar em outro mundo”, disse Miele. “Outros jogadores querem que apareçamos todos os dias com novos conteúdos e eventos em nossos serviços ao vivo, como Star Wars: Galaxy of Heroes, The Sims, Apex e FIFA, para citar alguns. Queremos que os jogadores escolham um jogo ou experiência da EA, e isso significa que precisamos fazer os tipos de jogos que eles querem jogar. Focar em apenas um gênero ou modelo limita o número de jogadores que podemos alcançar. Queremos encontrar os jogadores onde eles jogam e nos comprometer a impressionar nossos fãs com jogos que continuam a surpreendê-los ou encantá-los.”

Ainda não temos uma data de lançamento neste momento, o que já era esperado considerando que é muito cedo em seu desenvolvimento, mas pelo menos sabemos que podemos experimentar os horrores de Dead Space mais uma vez em um futuro próximo.

Entusiasta do mundo dos games desde muito cedo, iniciou sua jornada muito jovem já salvando o mundo de um apocalipse zumbi, depois disso voltou no tempo para resgatar princesas e combater vilões amórficos. Sempre teve como sonho trabalhar com games, seja na criação, desenvolvimento, ou, neste caso, falando sobre eles. Hoje é fundador e administrador do Games Alheios.

Afonso Baldez

Entusiasta do mundo dos games desde muito cedo, iniciou sua jornada muito jovem já salvando o mundo de um apocalipse zumbi, depois disso voltou no tempo para resgatar princesas e combater vilões amórficos. Sempre teve como sonho trabalhar com games, seja na criação, desenvolvimento, ou, neste caso, falando sobre eles. Hoje é fundador e administrador do Games Alheios.